About This Project

 

Fériaaaaas! Ah, como é bom termos o dia inteirinho para fazer o que mais gostamos!… vários dias… várias semanas! Há quem se sinta aborrecido nas férias, sem saber o que fazer com tanto tempo livre, mas eu cá não. Estou sempre a inventar! E se, por ventura, fico sem nada para fazer e me começo a aborrecer, recorro ao meu Jarro do Aborrecimento.
O que é isso?
É um frasco cheio de ideias de atividades para fazer. Fi-lo no ano passado, quando fui passar férias com as minhas primas, na aldeia. Adoro ir para lá e adoro passar tempo com elas. Lá, os adultos deixam-nos à vontade para fazer o que queremos. Não nos mandam deitar cedo… nem estudar… nem ficam em cima de nós o tempo todo. Nós é que decidimos o que queremos e vamos fazer. Por isso, às vezes, até ficamos sem ideias… Foi por isso que fiz este Jarro do Aborrecimento e, – acreditem – tem dado um resultadão! Estas férias, lá vai ele comigo outra vez, cheio de ideias de coisas para fazermos: em família, na rua, dentro de casa e com água. Estas são as temáticas que escolhi, mas vocês poderão escolher outras, à medida do local onde passam férias (se é praia, cidade ou campo, se é um espaço com piscina, com jardim ou com varanda,…).
Este jarro é tão simples, que as fotografias quase que falam por si. De qualquer modo, aqui fica como fiz.

 

Materiais:
– Frasco de vidro ou plástico;
– papel branco;
– Paus de gelado de várias cores;
– Canetas de feltro (mesmas cores dos paus de gelado);
– Fita-cola.

 

 

Cortei dois pedaços de papel branco: um para o frasco e outro para a tampa. No da tampa escrevi “Jarro do Aborrecimento” e no do frasco escrevi  o tipo de atividades que podemos fazer lá na aldeia – “Com a família”, “Lá fora”, “Dentro de casa”, “Com água”. Atenção, cada tema tem uma cor!
Fiz aderir os papeis ao frasco e à tampa com fita-cola.

 

 

Nos pauzinhos escrevi tudo o que podíamos fazer: jogar um jogo de tabuleiro, fazer um presente para oferecer, olhar o céu, regar o jardim,… cada qual escrito no pau da cor correspondente com tema. Coloquei-os dentro do frasco e, agora, é só tirar à sorte e deixar que o destino nos diga o que fazer. Mais ou menos à sorte, porque sempre podemos escolher a cor, isto é, o tipo de atividade que queremos fazer.

Algumas ideias de atividades:

Dentro de casa
– Joga um jogo;
– Escreve uma história;
– Faz um desenho com os pés;
– Brinca às charadas;
– Faz um caça-sol;
– Desenha um animal;
– Brinca aos espiões;
– O chão é lava;

Com a família
– Dá um presente;
– Faz pizza;
– Dá um passeio;
– Faz salada;
– Vai a um parque;
– Faz uma dança em família;
– Vai à piscina;
– Faz uma bandeira de família;

Lá fora
– Coleciona flores;
– Planta algo;
– Olha para as nuvens;
– Recolhe pinhas ou pedras e pinta-as;
– Joga às escondidas;
– Faz um comedouro de pássaros;
– Faz uma caixa da natureza (recolhe coisas da natureza e reúne numa caixinha);

Com água
– Brinca com gelo;
– Joga ao flutua ou afunda;
– Faz um percurso de água;
– Faz um mini-barco;
– Rega o jardim;
– Faz uma guerra de água;
– Vai à piscina;
– Faz um lago artificial.

 

 

O meu frasco é mais pequeno que os pauzinhos por isso, ou os cortava ou deixava-os ficar saídos. Preferi que ficassem saídos e não fecho nunca o frasco com a tampa. Mas vocês podem arranjar um frasco maior do que o meu (maior do que os paus de gelado). Não pode é ser tão alto e fino que também não consigam puxar os pauzinhos, ok?
E é isto. Simples, não? Muito simples, testado, e muito eficaz!

Assim sendo, boas férias!!!!… sem aborrecimento!

SaveSave

SaveSave

SaveSave

SaveSave

SaveSave

Sem Comentários

Publique um comentário