Como organizar uma festa

Mais um Dia das Bruxas se aproxima e mais um motivo para juntar uns quantos amigos e fazer um jantarinho “simpático” para júbilo da pequenada.
Há já uma série de anos que o Jantar das Bruxas, com as amigas da Cá, se faz cá em casa – foi naturalmente instituído – por isso, temos já algum traquejo nesta área. 😀
Este fim-de-semana, nos nossos Workshops Pais e Filhos, no Forum Coimbra, vamos partilhar as dicas essenciais para uma boa organização de uma festa.
Aproveitamos para deixar aqui um resumo, que poderá ser muito útil para o que aí vem.

Como organizar uma festa

  1. Antes de mais, definir se será temática e qual o tema. Neste caso será Halloween, mas ainda se pode ir mais longe e definir o tipo de festa (assustadora, tradicional, elegante, popular,…).
  2. Decidir o dia e a hora. A noite de véspera do feriado de 1 de novembro é perfeita, mas pode fazer-se até uns dias antes, no fim-se-semana anterior. Nunca depois!
  3. Definir a lista de convidados (tendo em conta, também, as condições, o espaço disponível).
  4. Fazer convite, que até pode ser por e-mail ou por mensagem de telemóvel… ou criando um grupo (privado!) no Facebook. Sugerimos um texto giro, original, inspirador. Caso seja o tipo de festa em que os convidados contribuem com algo, este é o momento de avisar. Não é preciso dizer já o quê, isso pode ficar para depois da confirmação de presença.
  5. Definir um orçamento (convém manter os pés bem assentes na terra 🙂 ).
  6. Planear o menú (confirmar se há convidados vegetarianos, com alguma alergia específica ou que não possam comer determinados alimentos por razões de saúde,…).
  7. Fazer uma lista de todas as necessidades (comida, bebida, louça, decoração,…).
  8. E porque não colocar um sonzinho de fundo, uma playlist de bom gosto e adequada (calma, enérgica, natalícia, medonha,…)? Criar uma playlist.
  9. Confirmar a presença dos convidados (ainda antes de fazer as compras).
  10. Mesmo as festas mais simples parecem logo outra coisa quando existe um ou outro detalhe decorativo que demonstre o cuidado e atenção na receção. A iluminação é muito importante e define o ambiente!
  11. Preparar entretenimento para os mais novos: jogos (de tabuleiro ou digitais), um jogo que envolva todos (pequenos e crescidos), um espaço onde eles possam ficar à vontade (convém não esquecer que as crianças saem mais cedo da mesa).
  12. Preparar a máquina fotográfica, garantindo que terá a bateria carregada.

 

Não esquecer que qualquer festa deve ser preparada com tempo. Isso é tudo para ser bem sucedida.

Aqui ficam algumas imagens do nosso jantar do ano passado:

 

 

 

Com um pano preto a servir de toalha e umas quantas aranhas e formigas na mesa, o essencial estava feito. Flores naturais imprimiram um pouco de cor e elegância.

 

 

Tecido vermelho a envolver os abajures, baixou a força da iluminação e tornou-a mais especial.
O menú foi criado garantindo que seria do agrado de todas as bruxas convidadas, e servido num recipiente especial. Elas adoraram! A bebida: um ponche (groselha com mãos geladas – cubos de gelo feitos a partir de luvas de plástico que enchemos com água).

 

 

 O ano passado também partilhámos algumas ideias:

Dia das Bruxas (ou Halloween)

E então? Já começam a ficar inspirados? Mais ideias e sugestões a acrescentar? Venham elas!

Carlota

Sem Comentários

Publique um comentário