Como fazer uma parede de cortiça

Forrar uma parede com cortiça parece mais simples do que, na realidade, é e não é tão complicado quanto parece. 😀 Será que me faço entender?
Passo a explicar: este projeto pode parecer (e até é) simples, mas há que ter alguns cuidados senão torna-se uma dor de cabeça! Por outras palavras: não é nada complicado se fizermos da maneira certa. Mais claro, agora?

Paredes forradas a cortiça estão na moda e nós aprovamos!
A cortiça é um material natural, reutilizável e reciclável. É fruto da casca do sobreiro, a qual se renova a cada nove anos sem causar qualquer tipo de dano à árvore. É leve, impermeável a líquidos e gases, elástica, de combustão lenta e um excelente isolante térmico e acústico. Para além disso, é um material bonito, com um bom toque e “quentinho”. Só por curiosidade, Portugal possui a maior área do mundo de Montado de sobro e este é património nacional, estando legalmente protegido desde a Idade Média; A acrescer a este facto, a cortiça é um forte factor de desenvolvimento social e económico para os países do Mediterrâneo Ocidental, oferecendo emprego a milhares de pessoas.
Posto isto, e já que está na moda, vamos partilhar como fazemos a sua aplicação em parede, pois é coisa que já aprendemos a fazer, após cometermos alguns erros.

 

Como forrar uma parede com cortiça?

Materiais necessários:
– rolo ou placas de cortiça
– espátula
– cola de contacto (em lata)

O ideal é trabalhar com várias peças – por tiras, ou com placas pequenas,… – já que uma grande superfície traz mais problemas na altura de fazer aderir a cortiça à parede (embora não seja missão impossível!).

1. Com a espátula espalha-se cola de contacto na superfície da placa de cortiça a colar e deixa-se secar por uns 15 minutos; A cola deve ser uniformemente espalhada, deixando o mínimo de zonas “em branco”;

2. Marca-se, na parede, o limite da área a colar em primeiro lugar e coloca-se cola de contacto nessa zona (eu gosto de fazer com calma, por partes 😉 ). A cola deve ser uniformemente espalhada, deixando o mínimo de espaços “em branco”;

3. Enquanto as duas áreas (parede e placa de cortiça) secam – devem ficar mesmo secas, sem brilho –, podemos ir colocando cola na peça seguinte, da mesma forma que fizemos na primeira;

4. Agora, já terá passado tempo suficiente para fazermos aderir a primeira peça de cortiça à parede, e aqui é que é preciso ter cuidado: devemos fazê-lo apontando logo a placa ou tira de cortiça o mais corretamente possível, uma vez que, depois de colada, dificilmente se retira a peça sem estragar. Eu costumo apoiar lateralmente um dos vértices da placa no local onde vamos começar a colar porque, como ainda não apanha muita cola pode-se reposicionar até garantir que está alinhado. Depois prenso com a mão a partir daí (e dou até umas batidinhas amigáveis na parede);

5. Marco na parede a próxima área a levar cola e volto a espalhar com a espátula, da mesma forma que fizemos anteriormente, sem “deixar espaços em branco”;

6. Deixo secar um pouco, enquanto coloco cola na terceira peça de cortiça;

7. Agora, já terá passado tempo suficiente para fazermos aderir a segunda peça à parede; vamos a isso!… e assim sucessivamente.

Não há dificuldade nenhuma, apenas um cuidado a ter: sermos rigorosos nas medidas e nos alinhamentos durante a colagem, para que não comece a entortar.
Outras recomendações: nem sempre paredes e tetos estão à esquadria. Atenção a paredes tortas. Nesse caso, o melhor é tirar a esquadria e fazer a partir daí ou não fazer a colagem até aos limites e considerar deixar uma pequena margem (a chamada “margem de manobra”); ao espalhar a cola, garantir que esta fica uniformemente espalhada e com o mínimo de zonas em branco, caso contrário, formar-se-ão uma espécie de “bolhas”, a cortiça ficará ondulada.

Ah! Caso não queiram colar a cortiça diretamente na parede, para não a estragar ou porque vos parece mais simples, façam-no numa placa de outro material qualquer e depois aparafusem-no à parede, como fizemos aqui.

Com isto, esperamos ter ajudado muitas mentes bricoleiras! Se ainda tiverem dúvidas ou precisarem de ajuda, mandem mensagem. Se gostaram deste tutorial coloquem um ♥ aí em baixo para nós sabermos.
Bom trabalho!

Carlota

2 Comentários

Publique um comentário