Acerca de serenidade e inspiração e dos objetos que voltaram a fazer parte da nossa casa.

“É desta que vou arrumar a minha vida e tornar a nossa casa e atelier locais de serenidade e inspiração!”
Assim começava este blog, no dia 3 de janeiro de 2016. E assim tem sido desde esse dia: arranjamos, construímos, melhoramos, substituímos, destralhamos e organizamos. Destralhar foi mesmo a palavra de ordem de 2017. E o que nós destralhámos… e continuamos a fazê-lo! Algumas divisões da nossa casa estão muito mais bonitas, arrumadas, serenas e inspiradoras. Outras, para lá caminham. O atelier teve algumas melhorias mas precisa de uma grande volta! Aliás, aproveito para partilhar que gostávamos muito que O PROJETO de 2018 fosse a remodelação completa do atelier. Ia ser o máximo! Temos milhões de ideias para este espaço… mas precisamos de parcerias… e isso é que é mais difícil de conseguir. Já contactámos algumas das nossas marcas favoritas mas não será fácil conseguir um conjunto que faça deste um projeto mesmo especial e interessante para quem nos segue. Por isso, enquanto isso, só podemos ir tentando a nossa sorte! Se vos interessar ajudar, basta partilharem a nossa página nas redes sociais, arranjar-nos mais seguidores, comentar bastante os nossos artigos, aqui, no facebook e no Instagram.

Obrigada!

Mas bom, voltando atrás, no que toca a destralhar, algo mágico aconteceu: enquanto que milhares de objetos saíam desta casa – e os espaços que ocupavam iam sendo organizados – outros renasceram, saíram do fundo dos armários e das gavetas e voltaram a destacar-se. Nesta senda do destralhanço, recordámos momentos passados, selecionámos os melhores – os que nos fazem bem e deixam felizes – e voltámos a dar valor a alguns objetos “perdidos”. É verdade. Sempre que dava nova vida a um objeto parecia que tinha ido às compras! Hoje, deitada na cama, sentada à mesa da cozinha ou no sofá da sala, vou admirando “a nossa seleção” e sentindo a tal almejada sensação de tranquilidade e inspiração.

E são estes, os tais objetos, quais Fénix renascidos das cinzas:

Um bule de chá e respetivas chávenas, que nunca tinha usado antes.

A nossa querida Polaroid, fechada dentro de um saco, agora no armário da sala remodelada! Estou até a pensar encomendar papel para ela. Por aqui anda, também, a nossa máquina de projetar película.


Na mesma sala, tem agora destaque um velhinho armário, que servia para suportar o gira-discos e guardar os discos de vinil. Com um vidro novo e uma boa limpeza, passou a ser a nossa mesa de centro.

O globo de vidro do Marcelo. Estava dentro de uma caixa. Não fica bem na nova prateleira?

E o cato das nossas (sempre tão maravilhosas) férias em Cabo de Gata, Espanha. (Saudades…)

Na cozinha, foi um sem número de objetos que voltaram a ter uso! Vários frascos, pratos, tábuas, cestos, panos e toalhas… saíram do armário 😀 e a nossa cozinha ficou tão tão gostosa e serena!

Outros objetos saíram de uma divisão (onde já tinham dado tudo) e passaram para outra (onde ainda tinham algo para dar). É o caso desta escultura, agora no nosso novo quarto.

E também tirámos da saco, do fundo do armário do escritório, a nossa máquina fotográfica analógica. Ainda pensei em vender, mas davam tão pouco por ela, que assim achei que tinha muito mais valor!

Mas como estes há mais, muito mais: almofadas, roupa, sapatos,… tantos objetos que voltaram a brilhar. De facto, valeu a pena dar a volta à nossa casa, a todos os armários, gavetas, sacos e caixotes. A casa está mais fácil de limpar, mantém-se arrumada por muito mais tempo e reina a harmonia onde antes havia caos! Eu só posso ser testemunha de que espaços organizados trazem-nos tranquilidade e bem-estar, sensação de controle e leveza e muitas vantagens a nível da redução de stress e ansiedade. Espaços organizados deixam entra a luz, permitem-nos respirar, libertam-nos o tempo,…
No workshop do próximo domingo, é por aqui que vamos começar – destralhar para depois organizar. Não dá para fazer um sem o outro!
Por falar nisso, ainda há por aí indecisões quanto a virem passar o domingo comigo? Não se moam mais… venham! Terei tanto gosto em ver e/ou conhecer algumas carinhas larocas desse lado! As informações estão todas aqui.

E não se esqueçam: façam like, partilhem, comentem, subscrevam… tudo o que nos ajude a ir mais longe.
Agradecidos do fundo do ♥.

Carlota

 

9 Comentários
  • ThySista
    Publicado às 20:26h, 16 Março Responder

    Obrigado pela sugestão.

  • Manuela Duarte
    Publicado às 23:10h, 05 Março Responder

    Que domingo fantástico, que grupo inspirador, adorei conhecê-las a todas, à Carlota muito obrigada pela partilha. Muitas felicidades para os teus projetos. Vou continuar acompanhar e a inspirar-me no teu blog. Beijinho grande Manuela

    • Carlota
      Publicado às 23:43h, 05 Março Responder

      Siiiim!!! Agora já podemos dizer que somos mesmo “amigas”, não só do facebook! E vou tentar trazer sempre para aqui novidades de organização!

  • Maria Fátima Carvalho
    Publicado às 18:10h, 05 Março Responder

    Adorei o workshop de Domingo ! O grupo foi muito participativo e interessado, os conteúdos do workshop foram muito proveitosos para o nosso dia a dia e a Carla foi muito esclarecedora e muito querida!

    • Carlota
      Publicado às 23:41h, 05 Março Responder
  • Teresa Rodrigues
    Publicado às 22:05h, 04 Março Responder

    Tudo tão inspirador, tal como o nosso dia de domingo. Adorei a companhia de todas e obrigada por partilharem ideias tão sugestivas e tão fáceis de seguir. Vou “contaminar” o pessoal cá de casa com elas, vão ter que me ouvir. Obrigada do fundo do coração! Boa semana! Beijinhos…

    • Carlota
      Publicado às 09:10h, 05 Março Responder

      Foi mesmo, Teresa! Um dia diferente para todas, em boa companhia, com uma temática diferente… uma ode ao amor à nossa casa e à nossa vida organizadas, como merecemos! Foi apenas um começo, um cheirinho, uma pequena inspiração para que agora, cada uma, prossiga o seu caminho. Se precisares de ajuda, cá estaremos!

  • Filipa Silva
    Publicado às 10:33h, 02 Março Responder

    Bom dia,

    Desde que comecei a ler o vosso blog, que me tenho sentido mais inspirada, e tenho tantos planos, mas sei que tenho de ir devagar. Obrigado

    • Carlota
      Publicado às 11:02h, 02 Março Responder

      Que bom, Filipa! isso é tudo para nós!… e ir devagar é coisa que também aprendemos a aceitar! Os dias nunca chegam para tudo o que gostaríamos. 😉

Publique um comentário