Um luxo de abajur!

Pois é, esta casa tem tantas melhorias para fazer que o orçamento por divisão é limitadíssimo. As obras vão sendo feitas na medida das possibilidades, mês a mês. A última remodelação, um pequeno hall entre a sala, a cozinha e o escritório, coincidiu com setembro, um mês de muitas despesas – o regresso às aulas, a compra de material escolar, a inscrição em atividades,… – por isso, não havia grande margem para compras. Investimos na tinta para as paredes e teto e tudo o resto já tínhamos ou foi feito por nós. Foi o que aconteceu com o abajur vermelho que existia antes neste espaço mas que, agora, não se adequa ao estilo pretendido. Precisávamos de uma nova solução. Ainda namorámos uns quantos candeeiros… a preços variados… mas, depois de fazer contas, desistimos e resolvemos reciclar o tal abajur vermelho. E foi o melhor que fizemos pois, assim, mantivemos o estilo já criado para a sala.

 

 

E como é que fizemos?
Foi tãããão simples e ficou tão bem!!!! Não demorou mais do que uma hora e o resultado final é um novo abajur elegante e vistoso, boémio e mid century.
Aproveitámos o resto da napa que utilizámos nos puxadores do armário e nos suportes da prateleira da sala, cortámos em tiras e entrelaçámos.

 

As tiras horizontais têm a medida do perímetro do abajur e mais dois centímetros (para sobrepor na colagem) e cerca de 5cm de largura (dividimos a altura do abajur por cinco para obter um número certo de tiras). As tiras verticais têm a medida da altura do abajur e mais 3cm (para dobrar para dentro). Começámos por colar – apenas num dos lados e por dentro do abajur – as fitas verticais, todas seguidinhas. Usámos cola de contacto (cola de sapateiro). Depois, fomos entrelaçando – por cima e por baixo, por cima e por baixo,… – a primeira fita horizontal, bem chegadinha ao topo do abajur. Colámos também, no ponto em que o final da fita encontra o seu início. A fita horizontal seguinte faz o movimento contrário, passando primeiro por baixo e depois por cima, por baixo e por cima,… 😀 . A terceira volta a fazer o mesmo movimento que a primeira, a quarta o mesmo que a segunda e por aí fora. As fitas têm que ficar bem juntas umas às outras para que não se veja o abajur (vermelho, neste caso).
No final cola-se as fitas verticais por dentro da base do abajur e, por fim, faz-se o acabamento com duas fitas mais estreitas, apenas para tapar as colagens internas.
Parece uma explicação algo elaborada mas a tarefa é bem simples!

 

 

O que acham? Não foi uma boa solução?
Ficámos tão felizes com o resultado! Eu estou para rebentar de orgulho!!!!

E, por falar em orgulho, estamos a entrar nas últimas 24 horas de votação para escolher o Blog do Ano. Não seremos o Blog do Ano, mas até poderíamos ter um bom resultado na categoria de Decoração se fizéssemos um último esforço e colocássemos lá todos só mais um votinho! Pensem nisso… se acham que merecemos, claro!

Beijinhos e abraços e boa inspiração para novos e fantásticos (e bem em conta) candeeiros nas vossas casas!

Carlota

 

 

Sem Comentários

Publique um comentário