A nossa sala – Parte 3 (muitos DIY!)

Vamos na terceira parte e ainda não é tudo! Já se deve começar a perceber porque é que a obra desta sala demorou tanto. Puf!
O armário branco, parte da primeira mobília dos meus pais, que já veio de Moçambique de navio, que tem mais de quarenta anos… como abdicar dele?
Esse ficou, mas rodeado de muitas outras peças criadas por nós (muito DIY por aqui): o candeeiro de parede, os quadros, a tela,… e um desvario do Marcelo, que eu A-M-O!!. Já vão ver o que é.

 

 

 

O armário continua lindo e moderno, resistente e funcional. Não cansa. A única mudança é que retirámos os puxadores prateados e colocámos/fizémos uns em napa castanha, a mesma desta prateleira na área de jantar, só para variar, só para complementar aquele “cheirinho” Old Style que também queríamos neste espaço.
Facílimo de fazer! É só cortar a napa em tiras com a medida pretendida, dobrar, furar as três camadas de napa com uma ponteira (ou outra ferramenta) e aparafusar no buraco de onde se tirou o puxador (colocando uma porca por dentro). Continuamos a procurar uns parafusos mais bonitos mas, por agora, ficam estes.
Outra criação, foi o candeeiro de parede, a peça em madeira envernizada entre os quadros. Mais uma vez, um objeto entre o Old Style e o Vintage, mas de 2017, desenhada e feita por nós. 😉

 

 

 

Do lado direito está uma ilustração da minha autoria e uma fotografia de um artista, nosso colega de faculdade. Por baixo, uma renda finíssima, linda, antiga também, emoldurada. Do lado esquerdo, uma tela com um dos meus poemas favoritos de Pablo Neruda. A primeira de uma série que comecei a pintar. Hoje, um pouco mais escondida, atrás da minha jarra favorita.

 

 

Este jarrão da La Redoute com umas folhas cortadas da nossa estrelícia, ♥!
Estive indecisa entre um dos dois da gama, mas acabei por escolher este. É enorme! Fiquei de boca aberta quando o recebi… e o irmão ainda está em promoção (outlet), com 55% de desconto!
O arranjo também ficou barato 😉 .
Como o candeeiro de parede, em madeira, não deixa passar muita luz (o que não nos incomoda porque, diariamente, gostamos muito de luz ambiente ténue), precisamos mesmo de mais fontes de iluminação. Por isso, em cima do armário, exibe-se também uma peça que está connosco há anos. Já teve foi um aspeto diferente: era um candeeiro de chão e não tinha a redoma de vidro mas um tubo em pvc, que se estragou com o tempo.

 

 

 

E, por fim, A PEÇA criada pelo Marcelo: uma cassete audio. O que ele se divertiu a fazê-la nos seus tempos livres e o que me divirto eu hoje a olhar para ela, linda!, bem pesada, em cima do nosso armário. Loooooooove it!!!

E é isto que eu acho, pessoal: é disto que devem ser feitas as nossas casas; dos objetos que são mais importantes para nós; daquilo (e só disso mesmo!) que nos faz sentir bem, felizes, que reflete a nossa alma, e do que gostamos.
Não, não vou mais guardar um bibelot que não nos diz nada ou que não precisamos. Não vale a pena manter coisas e coisas só porque sim. Vale a pena selecionar com muito cuidado as peças que refletem quem somos (antigas ou atuais, oferecidas ou compradas por nós). Vale a pena passar horas, dias, a fazer uma peça que será sempre um pouco (ou muito) de nós. Aqui, já só falta mesmo uma obra da nossa Cá. Temos que tratar disso!
O que acham? Haverá alguém que não concorde comigo?
Esta é a nossa parede da sala. Também têm alguma assim, que é o vosso reflexo? E o que é que lhe colocaram?

Se gostaram deste artigo, coloquem um ♥ aqui em baixo.

Isto por aqui anda uma loucura de trabalho! Amanhã, tenho outro assunto para partilhar. Até lá!

Carlota

 

SaveSave

6 Comentários
  • Rita Gonçalves
    Publicado às 16:36h, 30 Setembro Responder

    Esse aparador, esse quadro com a letra mais bonita do universo e as palavras que lá estão…. Tudo tão belo!

    • Carlota
      Publicado às 22:02h, 30 Setembro Responder

      Ooooohhh…

  • Catarina
    Publicado às 12:38h, 29 Setembro Responder

    Olá Carlota!

    A tua casa está cada vez mais bonita!
    Nota-se tão bem o “ingrediente” que usam mais em todos os trabalhos que fazem!! Amor!
    Parabéns por isso e por estarem na lista de blogues do ano!
    Beijinho enorme**

    • Carlota
      Publicado às 13:17h, 29 Setembro Responder

      Obrigada, Alice! Muito obrigada por estares connosco, também!
      Termos sido selecionados para os blogs do ano é muito reconfortante para nós, sinal de que vale a pena tanto investimento de tempo, de alma e coração neste blog. Beijinho enorme para ti também!

  • Sandra Marques de Paiva
    Publicado às 08:53h, 29 Setembro Responder

    Olá. Primeira vez que passo por aqui e já estou apaixonada. Está tudo fantástico, mas a cassete está demais 🙂 Beijinhos

    • Carlota
      Publicado às 09:15h, 29 Setembro Responder

      Sandra, que bom!!!! Então, vamos falando sempre!
      Também vamos visitar essa Fábrica de Raparigas. 😉

Publique um comentário