Estilo boho – a mistura de padrões

Este estilo, na versão mais gipsy, alegre e colorida, foi o adotado pela Ca para o seu quarto. Pediram-nos para falar um pouco mais sobre ele e nós assim o fazemos, dedicando uma semana inteirinha a este tema!

Resumidamente, o estilo boho vem da palavra bohemian, que derivou do francês bohème, um estilo de vida associado aos ciganos no século XV. Na década de 20, um grupo de intelectuais adotou o estilo e criou um movimento unindo a moda e a arte e, já na década de 70, este movimento ganhou força novamente misturando-se com o hippie e, mais tarde, com o punk.
Hoje, para além de uma fusão de vários estilos é, sobretudo, uma mistura de criatividade e descontração, com um toque de elegância; por vezes, numa versão mais monocromática, apostada mais nos objetos, mistura de tecidos lisos, naturais, vergas, pufs e almofadas e menos na cor; outras vezes, numa versão mais colorida e muito alegre, apostada na mistura de cores e padrões. Foi esta última versão a escolhida pela Ca para o seu cantinho. Quem a conhece, sabe que tem tudo a ver com ela e com o seu espírito criador. Eu acho que é um estilo perfeito para “jovenzinhas”!

 

 

Uma das características deste estilo é a mistura de padrões. Sabemos por experiência própria que não é uma coisa fácil de fazer e que é preciso “olho”. Não basta pegar em tudo o que queremos e gostamos e juntar a um canto. Há que fazer uma seleção tendo em conta um critério muito importante – gama de cor. Eis como podem recriar este estilo misturando padrões e jogando com algumas peças que até temos em casa:

  1. Procurem no baú algumas peças “da avó” ou do “enxoval”, ricas em cor e/ou textura – cobertores, capas de almofadas, rendas, toalhas de banho,…
  2. Mediante o que possuem, selecionem um tema – rendas, animais, flores, padrões geométricos, natureza,… (nós escolhemos flores e passarinhos)
  3. Selecionem as que têm a mesma gama de cores – ou pastel ou garridas ou neutras,… (para o quarto da Ca escolhemos verdes e azuis, rosas e vermelhos + branco neve)
  4. Criem novas peças com o que têm. De uma toalha de banho da Pip Studio, fizémos o almofadão dos passarinhos; Com uma renda da bisavó fizémos uma capa de almofada nova; com um tecido de bolinhas forrámos uma mesinha redonda; a manta é recente, foi feita pela avó ♥.*
  5. Por fim, toca a substituir as fronhas (precisam de várias almofadas e almofadões para recriar este estilo), cobertas de cama, tapete do chão, abajures…

 

 

Quadrados, flores, bolinhas e riscas,… tudo liga desde que esteja dentro da mesma gama de cor.

Sim, esta versão é muito feminina… este estilo é muito feminino… mas será que conseguimos uma versão “rapaz”? Vou estudar esse assunto!

Entretanto, vão lá! Vão remexer os baús e os sótãos! É tãããão fixe!!! Recuperem nem que seja uma coisa antiga  da qual já ninguém se lembrava e partilhem connosco!

O que acham? Foi útil? Têm outras dúvidas sobre este assunto?
Depois, há a própria natureza dos objetos mas, disso, falaremos outro dia, ok?

Carlota

*No que toca a costurar, felizmente contamos com duas avós magníficas, cheias de jeito e vontade, já que eu sou uma nulidade nessa área! O caderninho forrado, almofadas e manta de crochet foram feitas pelas avós, a quem muito agradecemos do fundo do ♥.

4 Comentários
  • Catarina
    Publicado às 08:02h, 14 Março Responder

    Muito bom, muito bom mesmo!…

  • Rute
    Publicado às 11:26h, 13 Março Responder

    Está tão giro! Vou desafiar a miúda lá de casa!
    Ainda vou a tempo de dar os parabéns?
    Parabéns! Pelo aniversário e pelo blogue.
    Um bjn.
    Rute

    • Carlota
      Publicado às 14:44h, 13 Março Responder

      Oh, Rute, claro!!! Obrigada.
      Isso! É desafiar a miúda lá de casa que nós, durante a semana, daremos mais ideias. Que idade tem ela?
      Beijinho.

      • Rute
        Publicado às 18:34h, 14 Março Responder

        A Sofia fez 11 anos no passado dia 10.
        É uma menina muito meiga e delicada com a pré-adolescência a espreitar…
        Um bjn.

Publique um comentário