Almofadas com alma

Um dia, em casa da minha avó, resolvemos remexer a sua gaveta de naperons e, como já não os utilizava, a Mimila ofereceu-me alguns, na certeza de que eu faria bom uso deles. Na realidade, lembrei-me de que podiam ser aplicados em fronhas de almofada, tornando a minha avó sempre presente cá em casa. A minha mãe ofereceu-se para as fazer (já que o meu jeito para esta tarefa deixa muito a desejar…) e saíram lindas, lindas!

 
almofada_2

A renda é cosida à fronha apenas com uns pontinhos aqui e ali. A minha mãe é muito perfeita nestes trabalhos e muito atenta aos pormenores. Reparem no pormenor do fecho, atrás – umas, com mola e uma florzinha em crochet e outras, com uma fita de cetim para fazer um lacinho…

almofada_1

 

almofada_3

Por acaso tenho uma mãe muito dotada para a costura e muito disponível. De outro modo, teria comprado umas simples fronhas brancas e aplicado a renda nelas. Não ficaria com a qualidade destas, mas também serviria o propósito de recordar a minha querida avó.

3 Comentários
  • Catarina
    Publicado às 20:22h, 13 Abril Responder

    Lindas!

  • Emilia Nazareth
    Publicado às 15:14h, 13 Abril Responder

    Obrigada filha, pelo elogio.! Aqui realmente fazem um figurão! Vou mostrar à avó e ela vai ficar felicíssima. Beijinho

    • Carlota
      Publicado às 17:56h, 13 Abril Responder

      Beijinhos, para ti e para ela!

Publique um comentário