Pois é, pessoal… não ganhámos a 2.ª edição Blogs do Ano 2017… mas também não estávamos a contar muito com isso!
(Esta foi a foto possível de ontem, tirada pelo homem da casa.)
O nosso espanto e o nosso prémio aconteceram no dia em que nos disseram que estávamos nomeados, juntamente com outros três na categoria de Decoração (e que três!). Ah, pois é! Nem queríamos acreditar. Um blog ainda novinho, pequeno, com menos de 2000 seguidores – argumentámos. E sabem o que nos disseram? “Não interessa o n.º de seguidores nem a idade do blog, interessa a qualidade de conteúdos e, no vosso caso, houve unanimidade de opiniões entre os jurados.”

Um dia pegamos em mais uma caixa de papelada para destralhar e eis o que se descobre: fotografias de uma das nossas primeiras casas, que resolvemos “arranjar” com as nossas próprias mãos. Destralhar tem destas coisas… e, para verem que esta mania de nos armarmos em jeitosos não é mania recente, aqui está a prova.
Aos 21 anos alugámos, com mais duas colegas da faculdade, um apartamento em Alcântara a cair de velho (mas lindo!), negociando uma renda mais baixa em troca das obras (feitas por nós).

Ai, férias, férias!
A semana passada ouvi uma rubrica na Antena 3 acerca de uns estudos que concluíram que uma semana de férias é o ideal para nos libertarmos do stress e fortalecer o nosso sistema imunitário durante um mês. Mais do que uma semana em nada aumenta a nossa satisfação, dificultando – isso sim – o regresso ao trabalho e a chamada “depressão pós férias”. De facto, por todo o lado ouço queixas acerca do final das férias e do regresso ao trabalho… e, de facto, eu também sei o que isso é. Não que o esteja a sentir este ano, que não fomos nem iremos de férias. Aliás, por acaso até estamos a fazer aquilo que os estudos dizem: tirámos 4 diazitos (já contando com o fim-de-semana) em junho e mais quatro há dias. Talvez consigamos tirar mais uns três ou quatro lá para o final deste mês. E, confirmo, nem custa nada voltar ao trabalho porque nem parece que de lá saí. 🙂

Oi, malta!
Tudo bem? Como vão? A sério! Como vão? Estão a trabalhar? Estão de férias? Têm feito remodelações em casa? E bricolage? Têm sonhado, pelo menos?
Nós cá andamos, com o nosso trabalho diário como designers, de volta da multimedia, do gráfico, da ilustração, com a Cá de férias, na aldeia… e de volta da nossa casa e das 52 tarefas de 2017 (que não vão de vento em popa).
Mas nós também gostamos de saber de vocês… mesmo! Não é conversa. Vocês são a razão da existência deste blog, cada um de vocês, mesmo os mais silenciosos. Parece conversa da treta? Mas  não é. Tudo o que fazemos, escrevemos e partilhamos aqui, é feito a pensar em quem está desse lado.

A nossa sala continua em remodelação. É uma obra que parece não ter fim. Não mandámos paredes a baixo, não alterámos a estrutura existente mas, ainda assim, havia muito a fazer, problemas antigos para resolver, e tudo demora tempo (principalmente, porque apenas nos podemos dedicar a ela em horário pós-laboral). No Instagram temos revelado algumas imagens, mas a grande revelação será feita aqui, em breve. 😉