Desta é que foi! O Eme esmerou-se, fez uma casa feliz e são muitas as mensagens de parabéns que temos recebido através do Facebook e do Instagram. Obrigada — mesmo! — a todos os que nos acompanham e vibram com os nossos feitos!
Na realidade, muito do que fazemos, fazemo-lo por nós, pelos nossos amigos, mas sobretudo por vocês, que nos acompanham por aqui, a quem queremos mostrar que nada na bricolagem é um bicho de sete cabeças.

Foi dito que todos os dias partilharíamos novidades do novo projeto – o beliche da Mia e do Lucas – mas, na realidade, foi impossível cumprir a promessa. Houve dias em que, apesar do trabalho, a evolução não era visível… outros houve em que tivemos que nos dedicar às últimas entregas de projetos do atelier antes de entrarmos de férias… e ainda outros em que choveu e não deu para tirar fotografias.
Uma coisa é certa, o trabalho continua, já vamos nos 2.º andar e cada vez mais se percebe do que se trata.

Depois de ficarmos um dia inteiro à espera de mais madeira, já voltámos à carga no corte das muitas pecinhas que formarão as laterais deste novo projeto – o beliche da Mia e do Lucas.
Entretanto, aproveitámos para dar o primário – a base antes da pintura. Estamos a usar tintas sintéticas e não à base de água, que são bem mais chatas de trabalhar, mas que dão um acabamento lacado muito superior.
De vez em quando, deitamos um olhinho ao que já está montado e ficamos felizes por ver que até agora tudo corre bem. 😉

Bom, desta é que foi… atirámo-nos a uma cama! Não, não foi para descansar nem para dormir um bocadinho, mas para responder ao pedido de uns amigos. Estamos a trabalhar numa cama de sonho, ou melhor, duas… um beliche, para duas crianças lindas!
Não é uma peça fácil, mas também não é nada do outro mundo.