Quem me conhece, sabe que sou feliz a criar… ou, mais despretensiosamente, a inventar.
Quem me conhece, sabe que se sou ainda mais feliz se o fizer em família.
E mais não digo… porque o vídeo diz tudo deste nosso novo projeto familiar.

Junho… chegámos.
Este é um mês que – todos os anos! – tem a particularidade de me levar ao limite. É o final das aulas, a festa da escola, os espetáculos de dança da Cá, a festa do seu aniversário, a exposição dos trabalhos dos meus meninos das artes, a festa das extracurriculares, o curso de ilustração para adultos, a Feira do Livro, a preparação da próxima época (o pós-verão, a aproximação do Natal, o início de mais 6, 7 meses de trabalho intenso no mercado editorial)… tudo, eventos que requerem muito trabalho de preparação e alguma ansiedade.
Confesso que é um mês que, antes de começar, já lhe desejo ver o fim… embora vibre com cada um dos seus momentos e me sinta recheadinha de entusiasmo e emoção (mas é toda uma emoção que cansa!).