Parede de cortiça

O quarto da Ca é daquelas divisões que nunca terminamos…
A remodelação, decoração e organização deste espaço da casa tem acabado sempre com pequenas soluções de recurso, o que nos impede de encarar esta obra como terminada. Isso deve-se, não só, mas também ao facto de cada fase etária suscitar soluções de decoração, e utilização do espaço, diferentes. Ainda por cima é uma área grande, que inclui diversos espaços – para dormir, para estudar, para vestir, para brincar e de arrumação,…
Foi por isso que, quando a Ca nos falou que gostava de forrar uma parede de cortiça para colocar os seus desenhos e fotografias, a nossa primeira preocupação foi descobrir como poderíamos fazer isso sem que fosse definitivo. Como poderíamos fazer aderir a cortiça à parede sem dar cabo dela? Nem cola, nem fita biadesiva podiam ser consideradas, mas encontrámos outra solução: a cortiça foi colada a placas de pvc de 3mm (com fita de alcatifa), que depois aparafusámos (sim, aparafusámos) à parede.

Simples, simples, simples!!!

Cada rolo de cortiça de 5m, com 50cm de largura, custou cerca de 15€ e as placas de PVC, reutilizámos de um trabalho antigo. Estavam impressas, ótimas para forrar (mas pode-se comprar na Mitera, por exemplo).

Agora, vamos passar à fase de seleção de fotos e trabalhos para recriar o ambiente que ela idealizou.
Depois, mostramos como ficou. 😉

 

Atualização de janeiro de 2017: A fita biadesiva (ou fita de alcatifa) não resultou! Passado uns tempos, a cortiça começou a “insuflar”, a ondular. Com uma grande infiltração de águas – fruto de uma chuvada acompanhada de ventos fortes e uma telha mal colocada no telhado – as placas caíram todas à exceção de uma, que tínhamos colado com cola de contacto (cola de sapateiro)*. Da mesma forma, essa era a única placa que não tinha ondulado.
Na altura não colámos todas as placas com essa cola porque o cheiro é muito forte e é um trabalho que só pode ser feito com máscara ou na rua. Se o tivéssemos feito, não teríamos que repetir agora o trabalho…

 

* Pode-se comprar em lata, numa loja de bricolage, drogaria ou loja de ferragens.

3 Comentários
  • Joana
    Publicado às 08:23h, 25 Outubro Responder

    Bem acho que essa solução seria o delírio para a minha C. mais velha 🙂
    Fico ansiosa por ver o resultado final, já com as obras de arte!

    • Carlota
      Publicado às 10:19h, 25 Outubro Responder

      E é tão simples! Sim, vamos mesmo partilhar o resultado final, mas só amanhã, que é quando a Ca tem a tarde livre e poderá dedicar-se a esta tarefa.

  • emilia
    Publicado às 13:42h, 25 Outubro Responder

    Boa ideia! Tb quero ver o resultado final. Não duvido que vai ser maravilhoso. Com essas cabecinhas todas tão criativas, só pode! BJ

Publique um comentário