Finally, a star shines on meeeeee…

Ora aqui está um FVM de uma tarde (Faça Você Mesmo ou DIY, como queiram).

A cabeceira da cama é um elemento fundamental na decoração do quarto. É o que dita o ambiente. Dependendo do que se pretende, pode-se decorar com mensagens e ilustrações em recorte vinil para uma decoração espirituosa, com cortinas para dar profundidade ao quarto e para uma decoração mais cenográfica, com um poster para conferir um aspeto pop, com espelho e molduras dourados para um ambiente glamoroso, com um velho espelho “da avó” em vime para um ambiente vintage e despretensioso,…

A cabeceira de cama do nosso quarto de hóspedes há muito que pedia algo. Enquanto não resolvesse este assunto, a obra de remodelação deste quarto não pareceria nunca terminada.
Como cá em casa o nosso estilo é mais para o naïf, dei voltas e voltas à minha cabeça para arranjar para ali uma peça que traduzisse essa imagem, sem que o quarto ficasse infantil.
Com dois grandes quadros do lado esquerdo, não queria colocar mais do mesmo por cima da cama. Agora, era preciso algo com textura e dimensão.

Foi então que, um destes dias, olhando para as sobras de madeira de contraplacado, prontas para seguir para o lixo, me lembrei de montar uma estrela de cinco pontas.
Fiz praticamente tudo sozinha. O Eme só deu uma mãozinha no corte das madeiras, porque já andava de volta da serra…

Eis como fiz:

1. Acertei o comprimento das ripas por forma a ficarem todas com a mesma medida (já tinham todas a mesma largura) e lixámos ligeiramente as arestas.

 

estrela_1

 

2. Escolhi os lados mais estragados para o verso, aparafusei as ripas umas às outras, mais ou menos a olho, como eu gosto de fazer  😀 – mas sem apertar muito – e ajeitei a estrela, como se fosse um metro articulado, até obter uma forma bonita e bem desenhada… Empurra uns vértices mais para dentro, puxa outros mais para fora… tudo a olho, claro!
Atenção! Os parafusos devem ser pequenos, com um comprimento inferior à espessura de duas ripas juntas para não as trespassar, mas grandes o suficiente para as aparafusar uma à outra.

 

estrela_2

 

3. Já com a forma final, apertei melhor os parafusos e espetei uma suporte para quadros num dos vértices (este, roubei a uma moldura estragada que, entretanto, foi para o lixo, mas podem encontrar parecidos, em plástico, nas lojas de bricolage).

 

estrela_3

 

E assim ficou, frente e verso:

estrela_5

estrela_4

 

E assim ficou, pendurada por cima da cabeceira da cama, suspensa num “preguinho do senhorio”.

estrela_7

 

A minha ideia inicial até era fazer com sobras de madeira ainda mais velhas – ripas secas e estragadas mesmo –, mas como não tinha, fiz assim. Deixei mesmo com a cor da madeira e nem envernizei. Também se pode fazer com placas de balsa, que se compram em lojas de arte, algumas papelarias e lojas de bricolage. Estas placas não são muito baratas, mas cortam-se lindamente a x-ato. São facílimas de trabalhar. E também se pode colar com cola branca, em vez de aparafusar.

Agora, quero só encontrar uma gambiarra com pequenas luzes brancas para envolver a minha estrela e iluminar quem dormir neste quarto!
Gostaram da ideia?
Levem-na. Arranjem os materiais durante a semana e reservem um bocadinho do próximo fim-de-semana para esta tarefa.
Bom trabalho!

Carlota

2 Comentários
  • Emilia
    Publicado às 04:51h, 18 Outubro Responder

    Ficou uma decoração levezinha, e muito original!
    Está visto que, com criatividade, é possível fazer-se coisas lindas utilizando material tão simples como este
    que de outra forma seria para ir (possivelmente) para o lixo.
    Parabéns à artesã!

    • Carlota
      Publicado às 11:27h, 19 Outubro Responder

      obrigada!!!

Publique um comentário