E pronto, estamos de volta!

E é sempre bom voltar ao lar…
As nossas férias deste ano implicaram uma grande viagem de carro, muitos quilómetros percorridos, muitas terras visitadas, vários quartos de hotel e apartamentos. Parte deste tempo fomos 12 à mesa, 12 para sair de casa, 12 para enfiar em dois carros e 12 a passear! Em família, acompanhámos o homem da casa na sua grande aventura de participação no UTMB – Ultra Trail do Monte Branco, 170 kms em menos de 45 horas, entre França, Suíça e Itália. Foi muito divertido e muito bom!
Agora, há por aqui um sentimento agridoce… por um lado, a sensação amarga do final de férias (com os dias passados em família e menos preocupações e responsabilidades para gerir), por outro, a sensação doce do regresso às nossas rotinas (e à segurança daquilo que já tão bem conhecemos) com novas ideias, novos planos e objetivos traçados.
Só que, não sei porquê, este ano não me sinto cheia de ideias e de “ganas” para trabalhar nelas, como é costume…
Sim, regressámos com vontade de recomeçar e de trabalhar nos novos planos, mas, quanto a mim, ainda me ficou a faltar o dolce far niente que tanto aprecio, que é para mim muito estimulante e que, acreditem!, energiza a minha criatividade. Acho que não vou poder render-me já à ideia de que o descanso ficou para trás… vou tentar, ainda, aproveitar os finais de dia e os fins-de-semana. A minha cabeça está às voltas com “tanta informação” e a precisar de ser arrumada. Os meus recomeços não podem ser atabalhoados, têm que ser mais tranquilos.
Somos todos diferentes, o Eme não tem esta necessidade… eu tenho. E sei que há por aí muita gente como eu.
Por isso, vamos fazer esta transição com tranquilidade, sem ansiedades e a aproveitar a luz dos dias.

Quanto a mim, obviamente estarei a dar no duro durante o dia, mas, os finais de tarde serão para pegar no livro que não tive tempo para ler, organizar as fotografias que resumem as nossas férias e para buscar energia e inspiração, de papo para o ar na varanda. Quem está comigo?

Carlota

 

(A fotografia da minha pessoa foi tirada pelo meu cunhadito, algures entre a França e a Suiça)

2 Comentários
  • B. Cérise
    Publicado às 11:15h, 06 Setembro Responder

    Querida Carlota,

    Em 1° lugar, que gira 🙂 a foto está uito bonita e tu tens um ar tão sereno!
    Em 2° lugar, acho que nisso das férias sou como tu, preciso de desligar por completo para me sentir com vontade de voltar ao trabalho, mas este ano em 3 semanas em Portugal não houve muito descanso e cheguei aqui aos Alpes cansada e a precisar de dormir. Infelizmente voltei ao trabalho logo no dia a seguir e neste ano letivo com 2 trabalhos e a parte teórica do mestrado para acabar e uma princesa de 14 meses para tomar conta e para amar muito ❤, por isso comecei setembro exausta!
    O que vale é que amanhã faço anos, por isso sempre dá para animar 🙂
    Bom regresso à rotina e que sejam doces estes dias de adaptação!
    Beijinhos

    • Carlota
      Publicado às 15:53h, 06 Setembro Responder

      É tão mesmo issooooooo!!!!… só que, ao contrário… dos Alpes para aqui 🙂
      Também eu voltei ao trabalho no dia seguinte a chegar. Acho que não deveria ter sido…
      As nossas princesas também são sempre uma preocupação e uma boa parte da nossa exaustão, mas são o melhor que temos!
      Espero que tenhas amanhã um dia muito feliz, que te vás recompondo e entrando no espírito, como eu.
      Obrigada pelo piropo!
      Beijinhos.

Publique um comentário