Outra tarefa que podemos aproveitar para fazer, quando estamos sem disponibilidade para empreitadas maiores, é tirar de casa, das garagens, dos arrumos ou dos jardins, aquilo que atravanca, está avariado ou não tem mais uso e é demasiado grande para deitar no contentor do lixo.
Há coisas que andam por aqui há imenso tempo por não sabermos o que fazer com elas. Depois de destralharmos a oficina, ficámos com uma série de madeiras velhas e outros materiais num canto do jardim, à espera de solução. Alugar um contentor não faz sentido e fica caro, colocar no lixo também não é possível…
A tarefa de hoje foi, então, ligar para o Departamento do Ambiente da Câmara Municipal e combinar um dia para passarem à nossa porta para fazer a recolha destes resíduos. Facílimo! Aqui, em Cascais, existe uma Linha Verde 800 203 186 (chamada gratuita). Ligámos, indicámos a morada e já marcámos para daqui a dois dias. Na noite anterior é só colocar na rua.
Um eletrodoméstico avariado, um colchão, qualquer peça de mobiliário,… tudo pode ser recolhido assim.
Abandonar resíduos no espaço público constitui uma contraordenação grave punível por lei e já todas as Câmaras Municipais terão este serviço.

É óbvio para todos que vivemos num mundo consumista e que é demasiado fácil encher as nossas vidas de “coisas”. Nesta empreitada de tornar a casa um local de serenidade, muitas das nossas tralhas vão ter que sair e poucas novas entrarão. É um compromisso que temos que assumir…

E pronto, mais uma novidade!
Os nossos bichinhos já têm um novo comedouro, feito por nós, especialmente para eles!
Fizemos esta peça num dia. É muito simples, mas há que ter algumas ferramentas.

A gataria aprovou… e nós estamos felizes.

Bom dia! Bom sábado! Bom fim-de-semana, cheio de sol e calor!
Ontem, estava eu muito bem a andar pelo atelier quando vem o Sr. Luke numa correria desenfreada, passa-me por entre as pernas que nem um louco e atira-me uma delas contra a parede!!! Dei cabo do dedo mindinho… e hoje, 5h da manhã já estava fora da cama, com dores. Mas como há males que vêm por bem, foi da maneira que já deixei pronta a minha partilha de hoje, um projeto FVM (faça você mesmo), que se faz em poucos minutos, desde que tenham os materiais necessários.