Que brincadeira mais divertida! O que nós adoramos estes momentos em família… sempre a inventar, claro!
Desta vez resolvemos tirar o baloiço de debaixo do telheiro para fazer dele um refúgio de verão. Sim, lembram-se deste baloiço? Já o fizémos há uns anos, com uma palete, cinco traves e alguns parafusos. Coisa mais simples do mundo!!!

Como se não bastasse todo um mês de junho cheio de afazeres, ainda tivemos que lidar com o stress emocional e os problemas de autoconfiança do nosso Luke. Sim, este bicho deu em marcar território em todos os cantinhos do atelier…
Não sabemos se por causa de um gato estrangeiro que por cá aparece muitas vezes, se por causa da nossa Mifi, com quem ele partilha o espaço.
Tentámos várias práticas para o demover (incluindo o uso de um difusor que, segundo dizem, reduz a marcação urinária em casa), mas nada! Este guerreiro deu em defender o seu território qual Skywalker e o seu sabre de luz (neste caso, de xixi).
Preocupados com os nossos computadores, teclados, e mobiliário, resolvemos que o nosso pequeno guerreiro teria que passar a viver lá fora, que é como quem diz “num outro espaço que não o nosso local de trabalho”.
Assim sendo, para já, desenhámos e construímos um pequeno abrigo para dormir e, ainda antes do inverno, teremos que fazer uma obra maior (que não estava nos nossos planos). Mais uma a acrescentar à nossa pequena listinha de 52 projetos para 2017!

E pronto! Mais um fim-de-semana de eventos – um casamento no sábado e, ontem, o aniversário do membro mais novo deste blog, a nossa Cá. Sim, a nossa menina está de parabéns por mais um ano, o 13.º, a entrada na adolescência (oh God!).
Entretanto – finalmente! – acho que é desta que a nossa sala vai entrar em pinturas!!! Uhuuuu! Hoje vamos comprar a tinta… NÃO É, MARCELO?

Apesar de já antes termos tido dias de muito calor e de hoje as temperaturas até baixarem, o verão chegou oficialmente esta semana. Olá, verão!
Nós gostamos dos dias compridos e desta luz que entra na nossa casa logo pela manhã (principalmente, depois de termos retirado os estores da sala)! Gostamos dos refrescos que fazemos com as ervas do jardim e da fruta vermelhinha, portuguesa e biológica. Pode até nem tudo correr bem ao longo do nosso dia (como um verniz que colocámos, ontem, em cima de uma peça encerada… 😱), mas esta luz, uma peça de fruta madura ou uma tisana fresquinha são o suficiente para levantar a moral!

Todos os dias o mesmo filme…

M – “Viste o meu carregador?”
C – “Não.”
M – “Podes emprestar-me o teu?”
C – “Ok mas, depois, se faz favor de devolver!”
M – “Sim, mas não será este o meu?”
C – “NÃO… esse é o meu e anda sempre comigo.”
M – “Hm…”