Felizmente que este ano decidimos tratar logo de todos os materiais, trabalhos, livros, testes, papeladas e cadernos que a Ca trouxe do 6.º ano. Se tivéssemos que o fazer agora, era mais uma tarefa para nos atrapalhar e que iríamos fazer “às três pancadas”!
Setembro é sempre um mês um pouco louco por aqui… Nesta altura, lembro-me sempre do Coelhinho Branco da Alice, a correr que nem um louco e a sentir que o tempo lhe foge constantemente. Nem acredito que, não tarda, temos o Natal à porta e mais um ano a terminar… e não, não fiz tudo o que gostaria e que imaginei fazer no início deste ano… bolas! (Mas, sobre isto, conversaremos mais tarde!)

Eis que chegam as tão desejadas férias… e o que se faz nos primeiros dias? Organização e limpezas!
Se há coisa que gosto mesmo de fazer é ir de férias com tudo organizado — trabalho, casa, saúde, papeladas,… É que já sei que setembro vai entrar em grande, com muito trabalho, regresso às aulas, às rotinas diárias e, logo de seguida, vêm as chuvas e os dias pequenos.

Outra tarefa que podemos aproveitar para fazer, quando estamos sem disponibilidade para empreitadas maiores, é tirar de casa, das garagens, dos arrumos ou dos jardins, aquilo que atravanca, está avariado ou não tem mais uso e é demasiado grande para deitar no contentor do lixo.
Há coisas que andam por aqui há imenso tempo por não sabermos o que fazer com elas. Depois de destralharmos a oficina, ficámos com uma série de madeiras velhas e outros materiais num canto do jardim, à espera de solução. Alugar um contentor não faz sentido e fica caro, colocar no lixo também não é possível…
A tarefa de hoje foi, então, ligar para o Departamento do Ambiente da Câmara Municipal e combinar um dia para passarem à nossa porta para fazer a recolha destes resíduos. Facílimo! Aqui, em Cascais, existe uma Linha Verde 800 203 186 (chamada gratuita). Ligámos, indicámos a morada e já marcámos para daqui a dois dias. Na noite anterior é só colocar na rua.
Um eletrodoméstico avariado, um colchão, qualquer peça de mobiliário,… tudo pode ser recolhido assim.
Abandonar resíduos no espaço público constitui uma contraordenação grave punível por lei e já todas as Câmaras Municipais terão este serviço.