Vamos organizar e fazer um backup das nossas fotografias digitais?

Filho de uma grandecíssima… MÃE! Não estou a acreditar!…
O meu disco, aquele que serviu o meu computador tão bem, mas que ultimamente estava sossegadinho, pois substituímo-lo por um novo… este sacaninha, que vêem na fotografia… há uns tempos que não o ligava, pois nele já só tinha deixado guardada a minha pasta de fotografias. Pensei eu: “Não trabalho contigo, mas ainda estás bom para guardar esta pastinha e ficas destinado só a isso, a guardar esta pastinha!

Pois… nem eu imaginava que tal poderia acontecer assim… Puf! Avariou.
Tentei ligá-lo no outro dia e nada! Já o ligámos a todos os computadores do atelier, o Eme já tentou DE TUDO!…
morreu… com todas as minhas fotografias dos últimos anos (nem sei quantos!) lá dentro. Todas!
Já lá vão uns dias que ando numa infelicidade que estava a evitar partilhar. Tenho, também, evitado ao máximo desencadear pensamentos do género: “Que fotografias estariam lá que me possam fazer falta?” Não, não, não. Não vou, nem quero sequer pensar levemente sobre isso. Não vou esmiuçar!

E o pior — eu nem devia estar a dizer isto! — o pior é que já não é a primeira destas que me acontece. Da última vez, durante a instalação do novo sistema no meu computador, substituímos o Photos (onde eu arquivava e organizava os meus álbuns de fotografias) e puf! fiquei sem nada… Eh pá, à primeira, está bem, não sabia; à segunda, não estou a acreditar que cometi o mesmo erro; mas, à terceira, será burrice!!! Desta vez, não deixarei que volte a acontecer.

Podia ficar para aqui com as minhas máguas, mas algo de bom isto tem que ter. Partilho, para que não façam o mesmo que eu. Não pensem que só acontece aos outros. Neste momento o disco do vosso computador, o telemóvel, o cartão da vossa máquina fotográfica, pode estar a preparar-se para dizer adeus, por isso, quanto antes, descarreguem, organizem as vossas fotografias e façam um backup! Se não vos apetecer arrumar em pastinhas, por data, título, evento,… pelo menos, façam o backup. Façam-no para a cloud, comprem um disco externo (são baratos), um CD, uma (ou duas!) pen, mandem imprimir, o que quiserem, mas façam-no!

Lembrem-se: o mal da fotografia digital é que raramente as mandamos imprimir e, quando se perdem, perdem-se mesmo! Antigamente, ficando sem uma fotografia em papel, ainda tínhamos o negativo e podíamos repeti-la. Agora, não!

Façam-no e venham aqui dizer-nos que já o fizeram.
Se com este artigo, salvámos as fotografias de alguém, pelo menos não se perdeu tudo…

 

disco_fotografias_2

9 Comentários
  • Filipa
    Publicado às 17:21h, 23 Junho Responder

    Olá Carlota,
    O meu marido montou um sistema qualquer de back-up (não sei detalhes) que periodicamente actualiza o back up tanto do pc e dos tlm para um disco. De qualquer modo instaurei esta semana a tarefa de organizar uma pasta (temos por ano/mês e quando aplicável eventos especiais – aniversários, férias, passeios,…) por dia. Porque tiramos mil fotos e ficamos com as mil e quero abrir uma pasta e gostar de todas, escolher mesmo as melhores, aquelas que poria certamente num álbum:)

    • Carlota
      Publicado às 19:43h, 23 Junho Responder

      Eu faço exatamente o mesmo… tudo por temas e datas, mas deixei nesse disco, que retirei do computador.Também usamos o mesmo sistema de backup no nosso computador de trabalho, mas essa pastinha eu tinha deixado no tal disco. 😡
      Também eu quero guardar as mil fotos e não só algumas em álbum. Estamos em sintonia!

  • Filipa
    Publicado às 17:22h, 23 Junho Responder

    *backup (correção)

  • Cristina Dias
    Publicado às 18:55h, 23 Junho Responder

    Estou solidária contigo. Aqui esta esperta estava a preparar-se para ver as fotos de Londres e carreguei na tecla errada. Foram-se! Nem tive tempo de as imprimir, que ainda sou de as guardar no album. Paz à alma!

    • Carlota
      Publicado às 19:44h, 23 Junho Responder

      Vais ter que lá voltar e tirar novas fotos 😉

  • Andreia
    Publicado às 19:15h, 23 Junho Responder

    Eu decidi fazer álbuns 🙂 há softwares fáceis e intuitivos de álbuns digitais e ficam uma recordação muito gira! Fiz um à experiência na Dreambooks e gostei muito do resultado final e vou continuar a fazê-lo e agora com uma bebé fofa, ainda dá mais vontade de imortalizar os momentos giros dela e nossos em família!
    Há empresas especializadas na recuperação dos dados, pode ser que consigas recuperar as fotos! Boa sorte com isso!

    Beijinhos

    • Carlota
      Publicado às 19:47h, 23 Junho Responder

      Obrigada! Os álbuns são giros, mas não dão para arquivar todas as fotografias (as melhores e as piores).

  • Pai
    Publicado às 14:32h, 24 Junho Responder

    Uso disco externo já há algum tempo mas, pelos vistos, tenho que comprar outro não vá esse pifar.

    • Carlota
      Publicado às 13:47h, 25 Junho Responder

      Faz isso, sim, ou usa a cloud (se precisares de saber como, liga).

Publique um comentário