Como instalar um candeeiro de teto – fácil

Apesar da eletrotecnia nunca ter sido o meu forte, e de ter terminado dois anos desta disciplina com um belo 2 na pauta :-x, cá estou eu, cheia de motivação, pronta para substituir o “candeeiro” do wc – um velho casquilho com uma lâmpada atarraxada. Dez anos tem esta beldade!

Professor Fardilha, se me está a ver hoje, ponha os olhos neste post e repense o dois que me deu!

Esta tarefa é mesmo simples, simples!… Claro que não se trata de um candeeiro de teto muito elaborado mas, hoje, a maior parte dos candeeiros que compramos são assim – bonitos, baratos e simples de colocar.
Pedi as ferramentas certas e conselhos ao Eme no início da tarefa e lá fui à minha vida! Partilho agora.
Vamos, então, aos passos básicos e que, em princípio, são comuns a todos os vulgares suportes de iluminação de teto.

O nosso é bem simples, como vêem… minimal.

 

candeeiro_2

 

Ferramentas:
Testador de corrente ou medidor de tensão (facultativo, se tiverem como verificar que a energia está mesmo cortada no local)
Berbequim, bucha, gancho e óculos de proteção do pó -> caso não exista ainda um gancho no teto
Chave de fendas bem pequena
Alicate
X-ato ou descarnador
Dado de junção (caso não esteja já no teto ou não venha com o candeeiro novo)

 

1. NÃO ESQUECER! Desligar o disjuntor no quadro elétrico. Verificar com um testador que a corrente está cortada à saída dos fios. Nós ainda tínhamos o casquilho velho e a lâmpada no local, por isso foi só ligar o interruptor para verificar que não acendia.

 

candeeiro_1

 

2. Medir a altura que se pretende e marcar no cabo (testar no local antes de cortar). Em seguida, cortar.

 

candeeiro_3

 

3. Cortar a borracha exterior com muito cuidado para não atingir os fios internos. Nós dobramos bem o cabo, vamos cortando à volta com o x-ato e a borracha vai rasgando. No final torce-se e puxa-se.

 

candeeiro_4

 

candeeiro_5

 

candeeiro_6

 

4. Descarnar os fios condutores, ou seja, retirar a borracha que envolve o fio de cobre deixando cerca de 1cm descarnado. Nós temos um descarnador, mas o x-ato serve na perfeição (às vezes, melhor!).

 

candeeiro_7

 

candeeiro_8

 

5. Inserir os fios no dado de junção (que poderá vir juntamente com o candeeiro). Primeiro, há que desapertar os parafusos, só depois é que se insere os fios. A posição é, para já, indiferente.

 

candeeiro_9

 

6. Apertar os parafusos para prender o fio.

 

candeeiro_11

 

7. Será, ainda, necessário colocar um gancho no teto, que suportará o peso da peça, por forma a não forçar a ligação no dado de junção. Nós já tínhamos. Se não tiverem, há que furar com o berbequim (reparando de onde vêm os fios ou se existem tubos, para não os atingir), colocar uma bucha e enroscar o gancho. Prender a placa de suspensão ao gancho no teto.

Fazer o mesmo com os fios que vêm do teto: inseri-los no dado de junção e apertar os parafusos. Aqui, já é necessário fazer coincidir as cores – azul com azul e castanho com castanho (ou preto).

 

candeeiro_12

 

8. Colocar o copo  bem juntinho ao teto, escondendo a ligação, e apertar o parafuso. Desta forma, não vai escorregar pelo cabo.

 

candeeiro_13

 

9. Por fim, colocar a lâmpada.

 

candeeiro_14

 

E já está! Perfeito!

2 Comentários
  • Catarina Almeida
    Publicado às 13:58h, 23 Fevereiro Responder

    As coisas que tu fazes, mulher!….

    • Carlota
      Publicado às 00:00h, 27 Fevereiro Responder

      E que tu também farás, a partir de agora! 😉

Publique um comentário